Satisfação profissional: a perspetiva dos profissionais de farmácia comunitária

DSpace/Manakin Repository

Satisfação profissional: a perspetiva dos profissionais de farmácia comunitária

Show full item record

Title: Satisfação profissional: a perspetiva dos profissionais de farmácia comunitária
Author: Leitão, Ricardo Nuno Colaço Calheiros
Abstract: Introdução: A Satisfação profissional tem vindo a ser amplamente estudada pela comunidade científica na medida em que constitui um elemento chave e determinante da estrutura, da gestão de recursos humanos, da produtividade, eficiência e comportamento das organizações. Com este trabalho pretende-se caracterizar a satisfação profissional de profissionais de farmácias comunitárias e verificar a sua relação com variáveis frequentemente estudadas, de forma a criar uma ideia geral da satisfação e identificar e explorar os seus fatores determinantes. Métodos: Estudo transversal, quantitativo, não experimental, descritivo e correlacional. Para a recolha de dados utilizou-se o Questionário de Satisfação com o Trabalho que tem 24 itens distribuídos por seis dimensões: 1) Segurança com o Futuro da Profissão; 2) Apoio da Hierarquia; 3) Reconhecimento pelos Outros do Trabalho Realizado; 4) Condições Físicas do Trabalho; 5) Relação com os Colegas; e 6) Satisfação com a Profissão. Resultados: Participaram no estudo 104 profissionais, 76 (73,1%) do sexo feminino e 28 (26,9%) do sexo masculino. O valor médio aproximando para a idade dos participantes foi de 35,2 anos, com um desvio padrão de 10,57 anos. A maioria dos profissionais concluiu o ensino superior (36,5%), 10,6% concluíram pós-graduações, 21,2% o mestrado e 1% o doutoramento. Do total dos inquiridos 42,3% eram Técnicos de Farmácia, 37,5% Farmacêuticos e 20,2% eram profissionais com cargos de Direção Técnica. De uma forma geral, os níveis mais altos de satisfação foram registados para as dimensões Condições Físicas do Trabalho e Relação com os Colegas, sendo que os farmacêuticos, quando comparadas todas as dimensões em função da categoria profissional, revelaram ser os únicos satisfeitos, de uma forma global. Conclusões: considera-se importante ter um olhar mais atento para os resultados das dimensões Segurança com o Futuro da Profissão e Satisfação com a Profissão, uma vez que todas as categorias profissionais se mostraram insatisfeitas nesses domínios. É importante salientar que os resultados deste estudo são obtidos num contexto económico e financeiro bastante difícil que Portugal, à semelhança de toda a Europa, tem vindo a atravessar. Introduction: Professional satisfaction has been strongly analyzed by the scientific community, since it's an important and determinative element of structure, human resources management, productivity, efficiency and behavior of the organizations. The main goal of this work is to characterize the professional satisfaction of pharmacists who work in community pharmacies and, verify their relationship with the frequently studied variables, in order to create an overview of satisfaction and identify and explore their determinants factors. Methods: Study cross-sectional, quantitative, non-experimental, descriptive and correlational. To the data collection was used the Satisfaction Questionnaire which has an 24 items distributed in six dimensions: 1) Security with the future of the profession; 2) hierarchy support; 3) recognition by others of the performed work; 4) physical labor conditions; 5) Co-workers relationship; and 6) satisfaction with job. Outcomes: 104 professionals participated in this study, 73,1% were women and 28 men (26,9%). The age average was of 35,2 years with an standard deviation of 10,57 years. Most of the participants finished higher education (36,5%), 10,6% concluded post-graduation, 21,2% master's degree and 1% PhD. From the 104 professionals 42,3% were pharmacy technicians, 37,5% pharmacists and 20,2% were professionals with technical director positions. In a general way, the higher levels of satisfaction were registered for physical labor conditions and co-workers relationship, wherein the pharmacists shown to be the only who were globally satisfied. Conclusions: It's important to be more careful to the outcomes of security with the future of the profession and satisfaction with job, once all of the professional’s categories shown to be unsatisfied in those items. It's also important to show that this outcomes were obtained in a complicated economic and financial context, which Portugal and all Europe has gone through.
Description: Orientação: Vasco Reis
URI: http://hdl.handle.net/10437/6629
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação - Versão Final - Ricardo Leitão.pdf 1.341Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account