Relação amorosa e vinculação nos jovens adultos

DSpace/Manakin Repository

Relação amorosa e vinculação nos jovens adultos

Show full item record

Title: Relação amorosa e vinculação nos jovens adultos
Author: Portela, Tatiana da Silva
Abstract: O objetivo deste estudo diz respeito à relação entre a vinculação e as relações amorosas nos jovens adultos, sendo o objetivo fundamental da investigação averiguar de que forma a qualidade da vinculação influencia as mesmas. Como referencial teórico, são abordados a teoria da vinculação, os modelos de desenvolvimento das relações românticas e a vinculação amorosa. Foram questionados135 indivíduos, com média de idades de 22.19 (DP = 1.80), sendo 20 do sexo masculino e 115 do sexo feminino e sendo que 54.5% dos participantes mantinham uma relação amorosa, enquanto os restantes se baseavam na sua relação anterior mais longa para responder às questões colocadas. Foram aplicadas, a Escala de Vinculação do Adulto (EVA), o Questionário de Vinculação Amorosa (QVA) e um questionário de dados sociodemográficos. Existem já estudos que mostram diferenças na qualidade da vinculação no jovem adulto com consequências na qualidade do desenvolvimento e adaptação, com enfâse a nível da competência social e da qualidade da relação com os pares. Com este estudo verificaram-se essas mesmas diferenças, no sentido em que o estilo de vinculação influencia a vinculação amorosa, apesar da capacidade preditora ser baixa. Valores altos na vinculação amorosa confiante associaram-se a valores baixos da vinculação ansiosa; níveis baixos de vinculação segura associaram-se a níveis elevados de vinculação amorosa confiante; e maiores níveis de vinculação amorosa confiante e segura apresentavam também maiores valores de vinculação ambivalente.The purpose of this study is the relationship between attachment and love relationships in young adults. His main goal is to ascertain in which way the quality of attachment influences that relationship. For the theoretical framework the attachment theory, the development models of loving relationships and the love attachment are addressed. The participants were 135, with an average age of 22.19, in which 20 were male and 115 females and wherein 54.5% of the participants were in a relationship, while the rest were based in their previous longer relationship. It were applied the Adult Attachment Scale (EVA), the Loving Attachment Questioner (QVA) and a sociodemographic questionnaire. There are already studies that show differences in the quality of attachment in a young adult with consequences in the quality of development and adaptation, with emphasis on the level of social skills and the quality of relationships with peers. With this study there were evidence of that differences, the Adult Attachment Scale influences the love attachment, despite the predictive capacity being low, individuals with high values in trustful love attachment might be product of low values in anxious attachment, the lower the levels of safe attachment higher will be the levels of trustful love attachment and high levels of trustful and safe love attachment showed as well high values in ambivalent attachment.
Description: Orientação : Cristina Camilo
URI: http://hdl.handle.net/10437/6592
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View
Dissertação Tat ... nos Jovens Adultos (1).pdf 1.012Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account