Prevalência de cardiomiopatia hipertrófica numa população de 145 gatos

DSpace/Manakin Repository

Prevalência de cardiomiopatia hipertrófica numa população de 145 gatos

Show full item record

Title: Prevalência de cardiomiopatia hipertrófica numa população de 145 gatos
Author: Rubbens, Laurence
Abstract: A cardiomiopatia hipertrófica (CMH) é uma doença miocárdica primária com várias apresentações clínicas e com diversas características morfológicas, sendo a doença cardíaca mais comum em gatos. É definida como hipertrofia do ventrículo esquerdo, aquando da ausência de outras causas de hipertrofia. A hipertrofia ventricular promove a disfunção diastólica, uma vez que aumenta a rigidez ventricular e reduz a capacidade do correto relaxamento do miocárdio. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de CMH numa população de 145 gatos, caracterizar epidemiologicamente a população positiva e ainda avaliar através de ecocardiografia alguns parâmetros, relacionando os mesmos com estudos previamente publicados. Neste estudo 11% da população apresentava CMH em gatos com uma idade superior ou igual a 6 anos. A distribuição em termos epidemiológicos e fenotípicos é altamente variável. A idade média ao diagnóstico deste estudo foi de 6,4 anos, sendo a maioria com mais de 7 anos. Este estudo sugere a correlação de CMH com o movimento anterior sistólico e uma maior tendência de dilatação atrial com um grau mais severo de hipertrofia. Um elevado número de gatos pertencentes aos grupos de hipertrofia ventricular poderão ter cardiomiopatia hipertrófica, aumentando assim a prevalência de CMH na população de felinos em comparação com a obtida neste estudo.Hypertrophic cardiomyopathy (HCM) is a primary myocardial disease with a wide variety of clinical presentation and different morphological characteristics. It is also the most common heart disease in cats. In the absence of other causes of left ventricular hypertrophy, HCM is diagnosed. The ventricular hypertrophy promotes diastolic dysfunction since it increases stiffness and reduces the ability of correct relaxation of the myocardium. The purpose of this study was to determine the prevalence of HCM in the feline population, characterize epidemiologically positive population and also assess by echocardiography some parameters and relate these with previously published studies. In this study 11% of cats with 6 years or more had HCM. The epidemiological and phenotype distribution is highly variable. The average age at diagnosis of this study was 6.4 years, with the majority having more than 7 years. This study suggests the correlation of HCM with systolic anterior motion and a greater tendency of atrial dilatation with a more severe degree of hypertrophy. A large number of cats belonging to hypertrophic ventricular groups, may have HCM, thereby we should expect an increase in the prevalence in the population of cats HCM if these were included.
Description: Orientação: Luís Lima Lobo; co-orientação: Manuel Monzo
URI: http://hdl.handle.net/10437/6590
Date: 2015-07-13


Files in this item

Files Size Format View Description
TESE FINAL LR PDF.pdf 1.309Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account