Avaliação da presença de macrófagos associados ao tumor em 31 casos de linfoma B difuso de células grandes do cão

DSpace/Manakin Repository

Avaliação da presença de macrófagos associados ao tumor em 31 casos de linfoma B difuso de células grandes do cão

Show full item record

Title: Avaliação da presença de macrófagos associados ao tumor em 31 casos de linfoma B difuso de células grandes do cão
Author: Santos, Ana Margarida Rogado do Vale
Abstract: Linfoma é relatado como sendo o tumor hematopoiético mais comum em cães. Os Macrófagos associados ao tumor (MAT) representam um dos componentes celulares mais abundantes no microambiente tumoral e principais contribuintes para a inflamação relacionada ao tumor. Os MAT reúnem uma série de funções (por exemplo, a promoção da proliferação de células tumorais e angiogénese, a remodelação da matriz extracelular, a inércia da imunidade adaptativa), que em última análise, têm um impacto importante na progressão da doença. Neste estudo prospetivo, 31 amostras previamente diagnosticados e caracterizada como canino DLBCL foram coradas com MAC 387, a fim de avaliar infiltração TAM. Todas as amostras foram processadas de acordo com a técnica validada usada atualmente pelo Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil, Lisboa. Os resultados não mostraram nenhuma correlação entre a expressão do MAC 387 e sobrevivência. Da mesma forma, não foi encontrada correlação entre altos valores de TAM e fatores intrínsecos da doença. Apesar disso, microambiente tumoral não deve ser descartada como alvo para novos estudos prospetivos. Este trabalho alerta para a falta de marcadores específicos da linhagem mielóide.Lymphoma is reported to be the most common hematopoietic tumor in dogs. Tumor-associated macrophages (TAM) represent one of the most abundant cell components in the tumor environment and key contributors to cancer-related inflammation, summarize a number of functions (e.g., promotion of tumor cell proliferation and angiogenesis, matrix turnover, repression of adaptive immunity), which ultimately have an important impact on disease progression. In this prospective study, 31 samples previously diagnosed and characterized as canine DLBCL were stained with MAC 387 in order to evaluate TAM infiltration. All the samples were processed according to the validated technique currently used by Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil, Lisboa. The results showed no correlation between expression of MAC 387 and survival. In the same way no correlation was found between high TAM and intrinsic factors of the disease. In spite of this, tumoral microenvironment shouldn’t be discarded as target for new prospective studies. This work warns to the lack of specific markers of myeloid line.
Description: Orientação: Pedro Faísca ; co-orientação: Joaquim Henriques
URI: http://hdl.handle.net/10437/6253
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Vale.pdf 2.896Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account