Educação sexual nas escolas : concepções dos professores e percepções de pais e alunos

DSpace/Manakin Repository

Educação sexual nas escolas : concepções dos professores e percepções de pais e alunos

Show full item record

Title: Educação sexual nas escolas : concepções dos professores e percepções de pais e alunos
Author: Rocha, Valdira Vieira da
Abstract: A Educação Sexual, está presente nos PCNs, devendo ser trabalhada de maneira Inter e transdisciplinar, contudo, ela continua ausente da escola, e ainda é percebida como um assunto polêmico, sendo necessária a união da Família e da escola nesta tarefa.Sendo que a E. Sexual que propomos é a Emancipatória, que permite aos jovens refletirem e construírem seus conhecimentos de forma crítica. Educar para a Sexualidade não é tão somente educar para a prevenção, e não está somente atrelada às questões biológicas, visto que a sexualidade é algo muito mais amplo, que é construída culturalmente e que engloba diversos aspectos da vida. Ela deve promover a vivência plena e saudável da sexualidade, permitindo a percepção de que vivenciar a sexualidade é se permitir à prática do amor, com base no auto-respeito e no respeito ao outro e no combate a todas as formas de violência. Discorremos neste texto uma breve história da Educação Sexual, bem como sobre alguns modelos e conceitos atrelados à sexualidade, investigamos nos textos as concepções,a formação e as práticas de professores e de outros sujeitos envolvidos nesta questão. Ao final do trabalho analisamos os resultados e dados levantados e refletimos acerca das soluções para os problemas detectados que dificultam a implantação da E. Sexual Emancipatória na escola. As conclusões do estudo revelam que esta ainda é percebida com receio pela comunidade escolar, que quando admite a abordagem da temática,consideram-na apenas do ponto de vista das questões biológicas e da prevenção. Os professores em grande parte não se sentem preparados para abordar a temática,por falta de formação ,porém os alunos consideram-na importante ,sendo que a Educação Sexual acaba reduzindo-se a palestras realizadas na escola.Consideramos o PSE importante para a Educação Sexual e no auxílio na formação dos professores,sendo que a SEED deve ofertar cursos, para qualificá-los. Diante dos relatos dos entrevistados, foi constatado que os jovens que recebem E. Sexual, de fato apresentam mudanças significativas no seu comportamento. Sendo necessário, portanto o registro dessas mudanças,já que este não está sendo realizando.The Sex Education, is present in the PCNs, and must be crafted so Inter and transdisciplinary, however, she remains absent from school, and is still perceived as a controversial subject, being necessary to unite the family and school that this job.Since E. Sexual propose is that the Emancipation, which enables young people to reflect and build their knowledge critically. Educating for Sexuality is not merely to educate for prevention, and is not only linked to biological questions, since sexuality is something much broader, which is culturally constructed and that encompasses many aspects of life. It should promote the full experience of sexuality and healthy, allowing the perception that experience sexuality is to enable the practice of love, based on self-respect and respect for others and to combat all forms of violence. We discus this text, a brief history of Sex Education, as well as on some models and concepts linked to sexuality, we investigate the concepts in texts, training and practices of teachers and other individuals involved in this matter. At the end of the paper we analyze the results and data collected and reflect about the solutions to problems encountered that hamper the deployment of E. Sexual Emancipation in school. The study's findings reveal that this is still perceived with fear for the school community, who admits when approaching this topic, consider it only from the point of view of biological issues and prevention. Teachers largely do not feel prepared to address the issue, lack of training, but students consider it important, and the Sex Education just reducing the lectures held in the PSE in the school. Consider important for E. Sexual and assisting in the training of teachers, and the SEED should offer courses to qualify them. Given the reports of respondents, it was found that young people who receive E. Sexual indeed show significant changes in their behavior. Since necessary so the record of these changes, since this is not being realized.
Description: Orientação: Manuel Tavares ; co-orientação: Ana Carita
URI: http://hdl.handle.net/10437/6153
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View
Valdira Rocha_format.pdf 2.063Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account