Autoconceito, autoestima e escolha do parceiro ideal

DSpace/Manakin Repository

Autoconceito, autoestima e escolha do parceiro ideal

Show full item record

Title: Autoconceito, autoestima e escolha do parceiro ideal
Author: Rodrigues, Liliana Ventura
Abstract: A presente investigação, de natureza exploratória, tem como objetivo perceber a relação entre as variáveis autoconceito, autoestima e a escolha do parceiro ideal. Para tal, foi tida em conta uma amostra total de 400 participantes, com média de idade de 25,78, com desvio padrão de 4,716. A recolha foi realizada através de uma plataforma virtual «Google Drive». O protocolo integrava o Inventário Clínico de Autoconceito (Vaz Serra,1985), a Escala de Autoestima (Rosernberg, 2001) e a Escala de Atributos de um Parceiro Ideal (Gomes,2010), adaptada a partir de estudos realizados por Buss & Barnes (1986), tendo em conta a Psicologia Evolutiva. A mesma é dividida por 5 subdimensões (afetuosa, tradicional, atlética, sociável e família). Os resultados evidenciam que quanto maior o autoconceito, maior é a valorização das subdimensões da escolha do parceiro ideal (sociável p=0,001; afetuoso p <0,001; tradicional p=0,726; família p=0,333; atlético p <0.043). Que quanto maior é a autoestima, menor é a valorização da subdimensão sociável tal como da subdimensão afetuoso, sendo que nas restantes subdimensões a relação não é estatisticamente significativa (sociável p=0,024; afetuoso p <0,001; tradicional p=0,904; família p=0,312; atlético p =0,068). Por outro lado, foi possível perceber a existência de diferenças significativas entre géneros, face às subdimensões afetuosa (feminino p=0,000; masculino p=0,000) e atlética (feminino p=0,200; masculino p=0,200), sendo que as mulheres valorizam em maior escala o aspeto emocional e os homens a atratividade física. De forma a complementar os resultados obtidos, foi realizado um estudo também exploratório relativamente a variáveis mediadoras.This exploratory research aims to understand the relation between the following variables: self-concept, self-esteem and choosing the ideal partner. To this end, the total sample contemplated 400 participants with an age average of 25.78 and a standard deviation of 4.716. The data collection was conducted by using the virtual platform “Google Drive”. The protocol incorporated the Self-Concept Clinical Inventory (Vaz Serra, 1985), the Rosenberg Self-Esteem Scale (Rosenberg, 2001) and the Ideal Partner Attributes Scale (Gomes, 2010) which was adapted following the studies conducted by Buss & Barnes (1986) and in light of the field of Evolutionary Psychology. This scale is divided into 5 sub-dimensions (affectionateness, traditional, athleticism, sociability and family). The results demonstrate that the higher the self-concept, the more one values the sub-dimensions of choosing the ideal partner (sociability p=0.001; affectionateness p <0.001; traditional p=0.726; family p=0.333; athleticism p <0.043). Furthermore, it became clear that there are considerable gender differences regarding the affective (female p=0.000; male p=0.000) and athletic (female p=0,200; male p=0,200) sub-dimensions with women generally giving more importance to the emotional aspect and men to physical attractiveness. In order to supplement the achieved results, a study of equally exploratory nature was carried out regarding intermediary variables.
Description: Orientação: Edgar Pereira
URI: http://hdl.handle.net/10437/6020
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Liliana Rodrigues.pdf 1.268Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account