Grau de espessamento da carina brônquica e de quantidade de muco na traqueia como indicador de inflamação das vias respiratórias inferiores em equinos

DSpace/Manakin Repository

Grau de espessamento da carina brônquica e de quantidade de muco na traqueia como indicador de inflamação das vias respiratórias inferiores em equinos

Show full item record

Title: Grau de espessamento da carina brônquica e de quantidade de muco na traqueia como indicador de inflamação das vias respiratórias inferiores em equinos
Author: Breda, Clarisse Marie-Laure
Abstract: O tema abordado neste trabalho incide sobre grau de espessamento da carina brônquica e de quantidade de muco na traqueia como indicador de inflamação das vias respiratórias inferiores em equinos. Estas alterações são observadas em doenças respiratórias como a doença inflamatória das vias aéreas e a doença obstrutiva recorrente. Estas doenças afectam um grande número de cavalos, e os indicadores foram medidos através de uma endoscopia das vias aéreas. Uma vez que a relevância da medição de parâmetros como o grau de espessamento da carina brônquica e a quantidade de muco na traqueia estão pouco estudados, o objetivo deste trabalho é contribuir para um melhor esclarecimento sobre o mesmo, bem como, determinar esta mesma relevância. Foram realizadas endoscopias e lavagens broncoalveolares a 253 animais, nas quais foram estabelecidos scores de muco na traqueia e na carina brônquica e avaliado o grau de espessamento da carina brônquica. Através de testes estatísticos foram avaliadas as relações entre estes mesmos scores e as percentagens das células resultantes da citologia da lavagem broncoalveolar. Outro teste efetuado foi a avaliação da relação entre a idade e a quantidade de muco. Os resultados do trabalho comprovaram que a utilização de escalas de quantidade de muco e do espessamento da carina brônquica não é um indicador fiável de inflamação das vias aéreas inferiores dos equinos. No entanto, a avaliação do espessamento da carina brônquica é fiável quando avaliamos esta quanto à presença ou não de espessamento. Outra conclusão retirada deste estudo é que a idade do animal é proporcional à quantidade de muco presente na traqueia.The issue addressed in this paper focuses on the degree of thickening of the bronchial carina and amount of mucus in the trachea as an indicator of inflammation of the lower respiratory tract in horses. These changes are seen in respiratory diseases such as inflammatory airway disease and recurrent obstructive disease. These diseases affect a large number of horses, and the indicators were measured using an endoscopy of the airways. Since the relevance of the measurement of parameters such as the degree of thickening of the bronchial carina and the amount of mucus in the trachea are understudied, the aim of this work is to contribute to a better clarification on these topics, as well as determine this relevance’s level. Endoscopies and bronchoalveolar lavages were performed on 253 animals, in which were established scores regarding presence of mucus in the trachea and bronchial carina, and was also assessed the degree of thickening of the bronchial carina. Through the use of statistical tests it was possible to assess the relation between the established scores, as well as the percentages of cells resulting from the cytology of bronchoalveolar lavage. It was also performed a test to assess the relation between age and the amount of mucus. The findings demonstrate that the use of scales for the amount of mucus and the thickening of the bronchial carina is not a reliable indicator of inflammation of the lower airways of horses. Nevertheless, the assessment of the thickening of the bronchial carina is reliable when it is assessed regarding the presence or absence of thickening. Another conclusion to be drawn from this study is that the age of the animal is proportional to the amount of mucus existing in the trachea.
Description: Orientação : João Rodrigues ; co-orientação : Manuel Pequito
URI: http://hdl.handle.net/10437/5893
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
Dissertação mestrado versão finalíssima.pdf 953.5Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account