Job embeddedness, equilíbrio e conflito entre família e trabalho : contributo para compreender as suas relações

DSpace/Manakin Repository

Job embeddedness, equilíbrio e conflito entre família e trabalho : contributo para compreender as suas relações

Apresentar o registro completo

Título: Job embeddedness, equilíbrio e conflito entre família e trabalho : contributo para compreender as suas relações
Autor: Gonçalves, Ricardo Emanuel da Conceição
Resumo: Numa altura em que a rotatividade laboral é cada vez mais uma prática comum e a vertente familiar parece vir a tomar uma maior importância com as relações laborais, pretendo com este estudo entender que razões farão os trabalhadores permanecer nas suas organizações e qual a influência da família nessa retenção. Partindo de uma amostra constituída por 201 participantes, sendo 120 mulheres e 81 homens, com uma média etária próxima dos 41 anos, residentes na zona centro do país há cerca de 17 anos, todos trabalhadores e que, em termos de relação laboral, apresentam alguma estabilidade, já que estão na mesma empresa há cerca de 13 anos e na mesma função há cerca de 10 anos. Realizou-se um estudo correlacional entre o job embeddedness, e 5 fatores de relação conflito/equilíbrio entre a família e o trabalho. Foi construído um instrumento baseado na junção de dois questionários aplicados em estudos anteriores desses dois temas centrais. Os resultados obtidos permitiram replicar resultados verificados anteriormente, assim como concluir novos dados. Não foi achada uma relação forte e inequívoca entre os fatores do job embeddedness e os conflitos e equilíbrios entre a família e o trabalho, a qual apresenta na generalidade, uma tendência negativa. A satisfação laboral é potenciada pelo sentimento do job embeddedness, mas pelo contrário, é diminuída pelos conflitos gerados no trabalho e que afetem a vida familiar. As conclusões retiradas são de que as boas relações entre a esfera familiar e a esfera laboral, assim como com os colegas e superiores hierárquicos, a identificação com os valores da empresa, gostarmos do que se faz, sentirmo-nos seguros no emprego, vivermos inseridos numa boa comunidade, sentirmo-nos como parte da empresa e sentirmos satisfação no trabalho, são condições determinantes para querermos permanecer numa organização. Os resultados obtidos permitem uma análise com alguma relevância e de onde se poderão retirar indicadores e implicações para a Gestão de Recursos Humanos.At a time when labor turnover is becoming a common practice and family present seems likely to have a major importance in labor relations, I intend this study to understand the reasons that workers will remain in their organizations and the influence of fa mily in this retention. From a sample of 201 participants, 120 women and 81 men with an average age close to 41 years, residents in the central area of the country for about 17 years, and that all workers in terms of employment relationship, have some st ability, since they are the same company for about 13 years and in the same role for about 10 years. We conducted a correlational study between j ob embeddedness , and 5 factors of conflict/balance between family and work relationships. An instrument based o n the junction of two questionnaires used in previous studies of these two central themes was constructed. The results obtained allowed to replicate previously observed, as well as complete new data results. It was not found a strong and unequivocal relati onship between the factors of the job embeddedness and conflict and balance between family and work, which has in general a negative trend. The job satisfaction is enhanced by the feeling of the job embeddedness, but rather is diminished by the conflicts g enerated in the workplace and affecting family life. The conclusions drawn are that good relations between the family sphere and the labor market, as well as with colleagues and superiors, identification with the values of the company, we like what we do , feel safe at work, live inserted a good community, to feel like part of the company and feel job satisfaction are key conditions for wanting to stay in an organization. The results allow an analysis of some significance and where it may withdraw indicato rs and implications for Human Resource Management
Descrição: Orientação : José Manuel Guimarães de Magalhães ; Co-orientação : Lurdes de Jesus Leite Castanheira
URI: http://hdl.handle.net/10437/5883
Data: 2014


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar
Dissertacao Mestrado_Ricardo Goncalves_JE_FT.pdf 1003.Kb PDF Visualizar/Abrir

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta