O papel da vinculação e do temperamento : um estudo sobre problemas emocionais e comportamentais em crianças em idade escolar

DSpace/Manakin Repository

O papel da vinculação e do temperamento : um estudo sobre problemas emocionais e comportamentais em crianças em idade escolar

Show full item record

Title: O papel da vinculação e do temperamento : um estudo sobre problemas emocionais e comportamentais em crianças em idade escolar
Author: Roças, Maria Manuela Ribeiro Martins Teixeira
Abstract: Esta investigação teve como finalidade o estudo das associações entre género, temperamento, a perceção da vinculação e os problemas emocionais e de comportamento em crianças em idade escolar. Neste sentido pretendeu-se analisar a perspetiva de ambos os progenitores para a identificação dos problemas de internalização e externalização. Recorreu-se a uma amostra constituída por 79 crianças de um colégio privado do distrito do Porto, a frequentarem o 2º, 3º e 4º anos de escolaridade, a idade média dos participantes foi de 8.58 anos, variando entre os 7 e os 10 anos de idade. Foram utilizados como instrumentos de avaliação o Strength and Difficulties Questionnaire (SDQ-Por; Goodman, 2005; versão portuguesa Fleitlich, Loureiro, Fonseca, & Gaspar, n.d.), que avalia de forma breve questões comportamentais, emocionais e relacionais de crianças e adolescentes com idades compreendidas entre os 4 e os 16 anos; o Children Behavior Questionnaire (CBQ, versão parcial portuguesa, Melo, 2005), que avalia a percepção parental do temperamento da criança; e as Escalas de Perceção do Comportamento de Vinculação da Criança: Versão para Mães (PCV-M; Dias, Soares, Freire & Rios, 2008), centrando-se na perceção dos comportamentos da vinculação das crianças em contexto familiar. Este estudo proporcionou alguns dados significativos relativamente ao género, sendo que os pais avaliaram os rapazes como apresentando mais comportamentos externalizados e internalizados, comparativamente com as raparigas. Os problemas emocionais e de comportamento surgiram ainda associados a diferentes dimensões do temperamento da criança e, também de acordo com a perceção de ambos os pais, as crianças que apresentam mais problemas de comportamento apresentam também uma vinculação insegura.This investigation aimed to study the correlations between gender, temperament, attachment perception and emotional and behavioral problems, in school aged children. So we intended to analyze the perspective of both parents in order to identify internalizing and externalizing behaviors. The research protocol was applied to 79 children from a private school and their parents. Children, aged between 7-10 years old, attended the 2nd, 3rd and 4th grade. To assess child’s emotional and behavioral problems it was used the Strength and Difficulties Questionnaire (SDQ-Por; Goodman, 2005; versão portuguesa Fleitlich, Loureiro, Fonseca, & Gaspar, n.d.). To assess child’s temperament it was used the Children Behavior Questionnaire (CBQ, Portuguese partial version, Melo, 2005). Parent’s attachment perception were assessed using Escalas de Perceção do Comportamento de Vinculação: Mothers Version (PCV-M; Dias, Soares, Freire & Rios, 2008). Results revealed gender differences in both problems behaviors, with boys scoring higher than girls, assessed by fathers. Analysis also reported that emotional and behavioral problems are correlated with different child temperament dimensions. Regarding attachment results revealed that children whose parents reported higher scores in behavioral problems, were also reported as having an insecure attachment.
Description: Orientação : Joana Baptista
URI: http://hdl.handle.net/10437/5875
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
Tese - 28 08 2014.pdf 665.3Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account