Aproximação à realidade nacional do sucesso da inseminação artificial em cães

DSpace/Manakin Repository

Aproximação à realidade nacional do sucesso da inseminação artificial em cães

Show full item record

Title: Aproximação à realidade nacional do sucesso da inseminação artificial em cães
Author: Cunha, Mafalda de Castelo Branco Arriaga e
Abstract: A presente dissertação teve como objetivo fazer um estudo sobre a prática de inseminação artificial em cães a nível nacional- Foi elaborado um questionário para avaliar a prática de inseminação artificial. (IA) em Portugal. Este foi respondido por 57 médicos veterinários por todo o pais- Relativamente à amostra as variáveis utilizadas foram o género, a faixa etária, anos de atividade clinica, centro de atendimento médico veterinário, zona do país, técnica utilizada, número de inseminações artificiais realizadas, frequência com que realizavam, em que raças, motivo apresentado pelo proprietário para solicitar esta técnica, qual a taxa de sucesso e causas de infertilidade diagnosticadas. Foi feita uma revisão bibliográfica da anatomia do aparelho reprodutor e fisiologia do ciclo reprodutor do cão e da cadela, colheita, avaliação e congelamento de sémen e técnicas de IA existentes. Dos resultados obtidos pareceu haver uma tendência para maioria dos veterinários, independentemente do seu género, não recorrerem à técnica de inseminação artificial, e dos que recorriam o tipo de sêmen mais utilizado era o sêmen fresco. Quanto à zona do país, verificou-se que se realiza mais no centro do país, contrariamente a Lisboa e Vale do Tejo onde se registou menos adesão a esta técnica. Finalmente em relação aos centros de atendimento médico veterinários, observou.-se que se realizava mais em hosPitais, seguido de clínicas, não sendo observado nenhum registo em consultório.This work aimed to make a study ofthe practice of artificial insemination (AI) in dogs nationwide. In this study a questionnaire was designed to assess the practice of artificial insemination in Portugal.. This was later answered by 57 veterinarians throughout the country. The variables used were the gender of veterinarians, age groUp, years of clinical activity, workplace, area of the country, technique, number of artificial inseminations, frequency of performance, breed, reasons given by the owner to request A1 and success rate. lt was also carried out a bibliographic revision of anatomy of the reproductive tract and physiology of reproductive cycle of the dog and bitch, collection, evaluation and freezing of semen and Al techniques existing. The analysis showed that the vast majority of veterinarians regardless of the gender did not perform AI, and those who did used fresh semen. With regards to country area, AI was more frequently performed in the center of the country, and in Lisboa and Vale do Tejo AI there was less adherence to this technique. Finally in relation to workplace, A1 was mostly performed in hospitals, followed by veterinary clinics. Based of these enquiries AI was never performed in veterinary office.
Description: Orientação: Ana Sousa Lopes; responsável externa: Susana Beira
URI: http://hdl.handle.net/10437/5460
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account