Intervenções para reduzir o comportamento sedentário em adolescentes: revisão sistemática da literatura: estudo de validação criterial e de fiabilidade do Adolescent Sedentary Activity Questionnaire - ASAQ

DSpace/Manakin Repository

Intervenções para reduzir o comportamento sedentário em adolescentes: revisão sistemática da literatura: estudo de validação criterial e de fiabilidade do Adolescent Sedentary Activity Questionnaire - ASAQ

Show full item record

Title: Intervenções para reduzir o comportamento sedentário em adolescentes: revisão sistemática da literatura: estudo de validação criterial e de fiabilidade do Adolescent Sedentary Activity Questionnaire - ASAQ
Author: Alves, Henrique Daniel Marinho
Abstract: Objetivo – A presente dissertação consta de duas partes. A primeira teve como objetivo a realização de uma revisão sistemática da literatura (RSL) sobre intervenções efetuadas, com vista à redução do comportamento sedentário em adolescentes dos 10 aos 18 anos. No segundo estudo, pretendeu-se determinar a validade-critério e a fiabilidade do questionário ASAQ (Adolescent Sedentary Activity Questionnaire) para avaliar as múltiplas componentes do comportamento sedentário (CS). Através do teste-reteste do questionário ASAQ combinado com a aplicação de acelerómetros. Método – No primeiro momento elaborou-se uma RSL com base em RCT´s (estudo randomizado controlado) e estudos experimentais, no segundo, realizou-se um estudo observacional e transversal, no qual participaram 253 adolescentes (131 raparigas e 121 rapazes), entre os 12 e 16 anos, 7º e 10º ano de escolaridade respetivamente. O coeficiente correlação interclasse (ICC 95%) e o alfa de Cronbach foram utilizados para estudar a Fiabilidade do questionário ASAQ; o Bland & Altman para o estudo da Validade, para determinar a concordância entre acelerómetros e o questionário. Resultados – Na RSL foram encontrados dez estudos, oito RCT´s, um quasi-experimental e um experimental, dos quais, seis em contextos de escola, dois em contexto de família, um em comunidade e um extra-curricular. No estudo observacional, verificou-se que os valores do ICC e αCronbach foram significativos (p <0.05) para toda a semana, tanto para os rapazes como para as raparigas de ambos os anos de escolaridade, em todas as categorias. Bland & Altman mostrou-nos que existe validade critério do questionário ASAQ quando analisámos raparigas e rapazes, do 7º e 10º ano durante toda a semana. Conclusões – Na RSL, a tendência da amostra é para as raparigas, havendo três estudos que se desenvolveram só com uma amostra feminina. Sabemos que o género e estatuto socioeconómico (ESE) parecem influenciar o CS, na medida em que os participantes que apresentam um maior ESE, vêm menos TV por um lado mas por outro têm maior possibilidade de ter um computador e internet em casa. Os rapazes despendem mais tempo a ver TV diariamente do que as raparigas, porém estas participam em mais atividades sedentárias sociais. No segundo estudo, verificou-se que o questionário ASAQ parece ser um questionário fiável e válido em adolescentes portugueses
Description: Orientação: Rute Marina Roberto Santos; co-orientação: António João Labisa da Silva Palmeira
URI: http://hdl.handle.net/10437/5438
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account