Intervenções de enfermagem face à ausência de rede familiar dos idosos durante a hospitalização

DSpace/Manakin Repository

Intervenções de enfermagem face à ausência de rede familiar dos idosos durante a hospitalização

Show full item record

Title: Intervenções de enfermagem face à ausência de rede familiar dos idosos durante a hospitalização
Author: Miranda, Ana Beatriz Rodrigues de Sá e
Abstract: Population aging is a national, European and global phenomenon, having individual and social consequences, impacting not only in the health system’s level, but also in society in General. With age, in most cases, adds a health decline, and it is necessary the intervention and hospitalization at that level. At the time of admission, there is multidisciplinary team that hosts, and the Nurses are the professionals in permanent benefit to patients But will be the Nurses awake, for whom is the family of the wearer and to integrate in care? Do they identify this fail and put into practice interventions that seal this absence? The research question of this dissertation is: in the absence of family support network at the time of hospitalization, medical service Hospital de Santa Maria 1, what are the nursing interventions carried out to address this absence? This study’s sample is the Nurses who work in internal medicine I of the Hospital of Santa Maria. For nurses is important to know the wearer the bio-psycho-social level-espitual, contributing to an individualized care and the development of a therapeutic relationship. This relationship should include the family, because she is a target of interventions and health education.
Description: O envelhecimento populacional constitui um fenómeno nacional, europeu e mundial, tendo este repercussões a nível individual e social, com impacto não só a nível dos sistemas de saúde, mas também na sociedade em geral. Com a idade, em grande parte dos casos, agrega-se um declínio de saúde, e é necessário a intervenção e internamento a esse nível. Aquando do internamento, existe uma equipa multidisciplinar que os acolhe, e são os Enfermeiros os profissionais em prestação permanente aos utentes. Mas será que os Enfermeiros estão despertos, para quem é a família daquele utente e a integram nos cuidados. Ou face à sua ausência, identificam-na, e põe em prática intervenções que colmatem essa ausência. A questão de investigação desta dissertação é: Na ausência de rede de suporte familiar aquando da hospitalização, no serviço de Medicina 1 do Hospital de Santa Maria, quais são as intervenções de Enfermagem praticadas para colmatar essa ausência? A amostra deste estudo foram os Enfermeiros que trabalham nos serviços de Medicina Interna I do Hospital de Santa Maria. Para os Enfermeiros é importante conhecer o utente a nível bio-psico-social-espitual, contribuindo para uma prestação de cuidados individualizada e o desenvolvimento de uma relação terapêutica. Esta relação deve incluir a família, pois também ela é alvo das intervenções e educação para a saúde.
URI: http://hdl.handle.net/10437/5379
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account