Com estilo: a marcha de criatividade: formas de pensamento criativo em militares da GNR

DSpace/Manakin Repository

Com estilo: a marcha de criatividade: formas de pensamento criativo em militares da GNR

Show full item record

Title: Com estilo: a marcha de criatividade: formas de pensamento criativo em militares da GNR
Author: Santos, Cátia Marina Gonçalves dos
Abstract: A definição de criatividade suscita o interesse de muitos investigadores sendo difícil chegar a um consenso, daí a sua investigação ser tão importante. Deste modo, estudar os estilos de pensar e criar de indivíduos criativos torna-se muito importante. Este estudo tem como objectivoverificar os níveis de criatividade, bem como, os estilos de pensar e criar, verificando, se existem diferenças entre as diversas variáveis do questionário sociodemográfico: sexo, idade, estado civil, escolaridade, hobbies, unidade e quais as correlações existentes entre a criatividade e os estilos de pensar e criar. Para tal, foi utilizada uma amostra de 200 militares, sendo 96 da USHE e 104 da UI, com idades compreendidas entre os 20 e os 52 anos (M=34,74; DP=7,721). Foram aplicadas as seguintes provas: Test for Creative Thinking – Drawing Production (Urban &Jellen, 1996) e a Escala de Estilos de Pensar e Criar (Wechsler, 2006); bem como, um questionário sociodemográfico. A média total de criatividade dos participantes é de 16.09, indicando que os sujeitos se encontram abaixo da média (Urban & Jellen, 1996). No que diz respeito aos níveis totais de criatividade, não se encontram diferenças entre homens e mulheres, nem em relação às diferentes faixas etárias. Por sua vez, os indivíduos mais velhos apresentam níveis elevados nas dimensões Cauteloso-Reflexivo e Emocional-Intuitivo. Em relação às habilitações literárias, os indivíduos licenciados apresentam maiores níveis de criatividade em comparação com os que possuem apenas o ciclo preparatório. Não existem diferenças de criatividade entre os militares pertencentes à USHE e à UI. Porém, os que pertencem à USHE apresentam resultados mais elevados na dimensão Lógico-Objectivo. As correlações encontradas, neste estudo, entre as dimensões dos EPC e os 14 critérios do TCT-DP são fracas. Tal pode acontecer, por não existirem estilos puros, sendo que podem ser encontradas características de diferentes estilos numa só pessoa (Wechsler, 2006)The definition of creativity aroused the interest of many researchers is difficult to reach a consensus, and then your research is so important. Thus, to study the stylesof thinking and creatinginventiveindividualsbecomesvery important. This study aims to verify the levels of creativity, as well as the styles of thinking and creating, checking if there are differences between different sociodemographic questionnaire variables: gender, age, marital status, education, hobbies, anddrivethe correlationsbetweencreativity andstylesof thinking and creating. For this,we used asample of 200military, 96 of USHE and 104of UI, aged between 20 and 52 years (M =34.74, SD = 7.721). We applied the following tests: Test for Creative Thinking –Drawing Production (Urban & Jellen, 1996) and the Scale of Thinking Styles and Create (Wechsler, 2006), and a sociodemographic questionnaire. The total average creativity of participants is16.9, indicating that subjects are below average (Urban & Jellen, 1996). With regard to the total levels of creativity, there are no differences between men and women, or in relation to different age groups. In turn, older individuals have elevated the dimensions Cautious-Reflexive and Emotional-Intuitive. Regarding qualifications, licensed individuals have higher levels of creativity compared with those with only the preparatory cycle. There are differences in creativity among military belonging to USHE and UI. However, those who belong to USHE show results in higher Purpose-Logic dimension. The correlations found in this study between EPC and the dimensions of the 14 criteria of the TCT-DP are weak. This may occur because there are no pure styles, and can be found characteristics of different styles in a single person (Wechsler, 2006).
Description: Orientação: Sara Ibério Nogueira
URI: http://hdl.handle.net/10437/5058
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese Finalissima.pdf 572.6Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado
ANEXOS.pdf 634.8Kb PDF View/Open Anexos

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account