Optimismo, auto-estima e estratégias de coping: um estudo comparativo entre políticos autarcas e não políticos

DSpace/Manakin Repository

Optimismo, auto-estima e estratégias de coping: um estudo comparativo entre políticos autarcas e não políticos

Show full item record

Title: Optimismo, auto-estima e estratégias de coping: um estudo comparativo entre políticos autarcas e não políticos
Author: Ferreira, Maria da Graça Resende Pinto
Abstract: O presente trabalho de investigação centrou-se num estudo comparativo entre Políticos Autarcas do Município de Lisboa e população Não Plolítica residente em Lisboa. Teve por objectivos: 1. - Apurar se e de que forma as variáveis Optimismo/Pessimismo e a Auto-Estima estão associadas e modelam as Estratégias de Coping; - Estabelecidas as correlações, 2. verificar se e de que forma a população política autárquica diverge da população não política. A amostra, de conveniência, é constituída por pessoas de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 20 e os 78 anos. É composta por dois grupos: - A) - Políticos Autarcas, com funções nas autarquias da cidade de Lisboa e B) - Não Políticos, pessoas residentes em Lisboa. Foram aplicadas as seguintes medidas: -para avaliar o Optimismo/Pessimismo, a Escala Life Orientation Test – Revised - LOT-R, da autoria de Scheier, Carver & Bridges (1994); -para avaliar a Auto-Estima, a Escala Rosemberg´s Self-Esteem Scale - RSE, de Rosemberg (1989); -e para avaliar as Estratégias de Coping, o Coping Responses Inventory - CRI, de Moos (1992). Os dados recolhidos foram, numa 1ª fase, inseridos na base de dados do EXCEL e posteriormente transferidos, analisados e tratados estatisticamente pelo programa PASW - Predictiv Analytics Software – versão 18.0 para Windows. Os resultados obtidos demonstraram que: a) - consistente com a literatura, o Optimismo revelou-se como um factor predisponente para modelar as Estratégias de Coping; b) - no que concerne à Auto-Estima, não sendo a literatura tão consensual, também o presente estudo reflectiu tal diversidade; c) - os Políticos Autarcas e a população Não Política não evidenciaram diferenças estatisticamente significativas nos níveis de Optimismo e de Auto- Estima; d) - como expectável, os Políticos Autarcas e a população Não Política evidenciaram diferenças estatisticamente significativas quanto às Estratégias de Coping utilizadas e também quanto aos Centros de Interesse preferidos.This investigation work concernes in a comparative study between Autarkic Politicians and No Politicians. His purpose was: 1. - To investigate if or how Optimis/Pessimism and Self-Esteem are or not associated and if or how they affect Coping Strategies; 2. – Established the correlations, to analyse if or how Autarkic Politicians diverge of No Politic population. Convenience samble concerned both sex persons, aged between twenty ans seventy eight. It´s composed by two groups: - A) - Autarkic Politicians, functionig in Lisbon city Autarchies and B) - Not Politicians, resident persons in Lisbon city. There was applicated the following mesures: - for Optmimis/Pessimism assessement, the scale Life Orientation Test – Revised - LOT-R, from Scheier, Carver & Bridges (1994); for Self-Esteem assessement, the Rosemberg´s Self-Esteem Scale - SER, from Rosemberg (1989); and for Coping assessement, the Coping Responses Inventory - CRI, from Moos (1992). The elements obtenues was, at first, introduced in EXCEL basis, and after translated, analysed and statisticment treatead by Predictiv Analytics Software – PASW, 18.0 version for Windows program. Results suggest that: a) - consistent with the literature, Optimism just as revealed as a predisponent factor to model Coping Strategies; - b) - about Self-Esteem, literature is not so consensual and this stude reproduced that diversity; - c) - Autarkic Politicians and No Politicians didn´t revealed significative statistic differences about Optimism and Self-Esteem levels; d) - as exppected, Autarkic Politicians and No Politicians as revealed significative statistic differences about the Coping strategies that they use and also about Interesting´s Centers prefferences.
Description: Orientação: João Pedro Oliveira
URI: http://hdl.handle.net/10437/5042
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View Description
Optimismo, Auto-Estima e Estrategias de Coping.pdf 1.019Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account