O acolhimento de emergência de crianças e jovens em perigo na perceção das adolescentes

DSpace/Manakin Repository

O acolhimento de emergência de crianças e jovens em perigo na perceção das adolescentes

Show full item record

Title: O acolhimento de emergência de crianças e jovens em perigo na perceção das adolescentes
Author: Paolo, Elizabeth Gaspar di
Abstract: A presente dissertação contribui para a compreensão das vivências associadas ao acolhimento numa casa de acolhimento de emergência (CAE) de um grupo de adolescentes, retiradas às famílias por se encontrarem em situação de perigo iminente de vida. O estudo centra-se na análise categorial das narrativas das adolescentes, pretendendo-se caracterizar as suas percepções face ao acolhimento de emergência através da captação de expressões verbais e não verbais. O desafio foi construir uma gramática do sentir e do pensar que revelasse os significados que as jovens atribuem à retirada do contexto familiar e a eventual repercussão da experiência de acolhimento ao nível da qualidade de vida e bem estar. Trata-se de uma pesquisa exploratória que seguiu uma metodologia qualitativa, procurando fazer uma abordagem interpretativa do objeto de estudo. No decurso da pesquisa empírica, através de entrevistas, de elaboração de colagens e recortes de revistas e da realização de focus group, os discursos das adolescentes foram ganhando voz, deixando emergir as representações construídas em função das experiências e vivências das jovens. Através da construção de categorias e subcategorias de análise, foi possível captar a importância do acolhimento e das relações de afeto e de suporte na CAE. Foi possível entender a auto-perceção ou consciência de si e os desafios colocados pelas perspetivas futuras, estando estas relacionadas com os contextos de vida já vividos ou sonhados. Foi possível perceber através da análise dos testemunhos recolhidos que, ainda que não exista uma clara perceção da dimensão do perigo a que estavam expostas, a noção de perigo parece ser clara para as jovens. Manifestando acima de tudo o desejo de voltar a estar com a família, e Independentemente de não compreenderem e não aceitarem as causas que levaram à decisão de acolhimento, as adolescentes preferem permanecer na CAE em prejuízo de terem de mudar de instituição. Os tempos e modos de retirada dos contextos de vida, a separação e o sentimento de perda da família e a entrada na CAE, corresponderam a alguns dos momentos mais críticos das narrativas discursivas das adolescentes. Pode concluir-se que apesar do desgosto de estarem fora do contexto familiar, existe entre as jovens o sentimento de que a CAE permite um imediato e oportuno acolhimento face a inaceitáveis perigos, mas impõe um aprisionamento e impasse temporal vivencial incompatíveis com a necessidade de estabilização e de autonomia imprescindíveis a uma adolescência saudável.This dissertation attempts to provide a valuable contribution to the understanding of the live experience associated at an emergency foster care (CAE) of a group of teenagers that were removed from their family due to a imminent life danger condition. This research focuses in the categorical analysis of the teenagers narratives, aiming to, supported on the collected verbal and nonverbal expressions, characterize their perceptions of life experience at an emergency foster care. The study challenge was to built a grammar of feelings and thoughts that could reveal the significance assigned by the teenagers to the experience of being removed from their family context, as well as the impact of the emergency foster care life experience in their quality of life and well being. This exploratory research followed a qualitative methodology and an interpretative approach to the study object. During the empirical research, based on individual interviews, creation of collages, magazines clippings, and a focus group, the teenagers’ speeches allowed to emerge the representation of “self” built on their life experiences. Through the definition of categories and subcategories it was possible to characterize the significance of the emergency foster care experience and the emotional and support relations developed at CAE. It was possible to attain the auto-perception and self-awareness, as well as the challengers raised by their expectations about the future built-on their lived experience and dreams. It was possible to observed by analysing the evidence gathered that, although there isn’t a clear perception of the dimension of the danger they were exposed to, the notion of danger seems to be clear for the teenagers. Expressing above all the desire to return to be with their family, and regardless of not understanding and not accepting the reasons that led to the decision to be removed from the family context, the teenagers prefer to remain at CAE in prejudice of having to change to another institution. The timing and the way of how the removal of the teenagers from their family contexts was conducted, the separation and the feeling of family lost and moving into CAE, were the most critical moments expressed by the teenagers’ narratives.Regardless of the displeasure of being out of the family context, it can be concluded that the teenagers have a feeling that CAE can provide a fast and convenient placement when faced against unacceptable dangerous situations, but simultaneously imposes an imprisonment and a life impasse which is incompatible to the teenagers’ autonomy and stability needs for an healthy adolescence.
Description: Orientação : Marília de Carvalho Seixas Andrade
URI: http://hdl.handle.net/10437/5035
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View
Tese .pdf 2.608Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account