Influência do desenho do espaço público na ativação social de zonas degradadas da cidade : fazer lugar no centro histórico do Porto

DSpace/Manakin Repository

Influência do desenho do espaço público na ativação social de zonas degradadas da cidade : fazer lugar no centro histórico do Porto

Show full item record

Title: Influência do desenho do espaço público na ativação social de zonas degradadas da cidade : fazer lugar no centro histórico do Porto
Author: Pires, Gonçalo Filipe Miranda
Abstract: Na cidade existem espaços públicos de sucesso, agradáveis e seguros, bem como espaços de menor sucesso, sempre vazios e que inspiram alguma insegurança. A falta de conhecimento específico sobre a natureza da relação entre organização espacial e as consequências nas interações sociais, é o principal obstáculo a uma melhor compreensão e desenho do espaço público. Este trabalho pretende contribuir para o entendimento da problemática e parametrização sistemática de ideias conducentes à revitalização do Centro Histórico do Porto, ao sintetizar e divulgar estratégias de ativação social de zonas degradadas, através do desenho do espaço público, e aplicando essas estratégias numa proposta de projeto para o Quarteirão das Camélias e a sua envolvente próxima. Partindo da problemática da decadência social de algumas zonas da cidade, bem como as suas consequências, e com base nas principais correntes de pensamento sobre esta área de estudo, sistematiza-se um conjunto de critérios de sucesso para o espaço público. Os critérios propostos são aplicados a seis espaços públicos no Centro Histórico do Porto, processo que pretende salientar a abrangência e aplicabilidade dos mesmos. A investigação culmina na aplicação dos critérios, definidos anteriormente, numa proposta de projeto para o Quarteirão das Camélias e a sua envolvente, elaborada ao longo do ano letivo 2012/13, para as disciplinas de projeto III e IV. Com este trabalho pretende-se ilustrar como a morfologia do espaço público é fundamental para a socialização e a qualidade de vida na cidade, sendo feito o enfoque sobre o(s) centro(s). O ato de projetar deve transcender a conceção arquitetónica do objeto (seja este edifício ou espaço público) e considerar a procura de soluções que promovam a qualidade social no desenho do espaço. Soluções cuja eficiência tem reflexos diretos na qualidade de vida e na utilização de recursos económicos e ambientais. O mesmo será dizer, impacto na sustentabilidade urbana.
Description: Orientação : Ligia Paula S. E. Nunes Pereira da Silva
URI: http://hdl.handle.net/10437/4994
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View
Gonçalo Pires TFM 2013.pdf 99.87Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account