Excesso de peso em pré-adolescentes e adolescentes: caracterização dos alunos de uma Escola Básica do Concelho da Moita em relação ao IMC, actividade física, aptidão cardio-respiratória e comportamentos sedentários

DSpace/Manakin Repository

Excesso de peso em pré-adolescentes e adolescentes: caracterização dos alunos de uma Escola Básica do Concelho da Moita em relação ao IMC, actividade física, aptidão cardio-respiratória e comportamentos sedentários

Show full item record

Title: Excesso de peso em pré-adolescentes e adolescentes: caracterização dos alunos de uma Escola Básica do Concelho da Moita em relação ao IMC, actividade física, aptidão cardio-respiratória e comportamentos sedentários
Author: Pereira, Paulo Renato Ramalho
Abstract: Reconhecidamente um grave problema de saúde pública, a obesidade tem-se desenvolvido a um elevado ritmo por todo o mundo, com um ritmo de crescimento semelhante nas crianças e jovens e adultos. Em Portugal este problema acompanha as tendências globais. Para combater eficazmente o problema e importante fazer um bom diagnóstico e estar a par do conhecimento científico mais actualizado no que diz respeito as intervenções mais eficazes. O objectivo geral desta dissertação é o conhecimento da situação actual da população estudada, no que diz respeito à prevalência do excesso de peso e ainda compreender como algumas variáveis (Actividade física, Comportamentos sedentários, e Aptidão cadio-respiratoria) se relacionam com os dados de IMC encontrada. Método. Inclui a revisão sistemática da literatura actual no que diz respeito as intervenções mais eficazes (Artigo um) e um estudo transversal (Artigo dois) para verificar a prevalência de excesso de peso da população estuda. Na revisão sistemática da literatura foi efectuada uma pesquisa através de bases de dados online, nomeadamente através da PubMed/MEDLINE entre Novembro de 2010 e Janeiro de 2011. Para esta revisão foram aceites para revisão os estudos experimentais, com intervenções superiores a seis meses em crianças e pré-adolescente (6-12 anos) e publicados de 2005 até à data da pesquisa. Foi ainda tido em conta os outcomes das intervenções, sendo aceites artigos que medissem o peso e a altura (medida pelos aplicadores) de modo a permitir a observação da variação do IMC ao longo da intervenção (primary outcome) e artigos que medissem as mudanças comportamentais no que diz respeito à ingestão alimentar, níveis de actividade física ou comportamentos sedentários (Secondary outcomes). No estudo observacional foi escolhida uma amostra de 303 alunos (142 rapazes e 161raparigas) com idades compreendidas entre os 12 e 15 anos. O IMC foi calculado pela relação entre o peso e altura (kg/m2) com utilização dos pontos de corte. Os hábitos de actividade física foram verificados através do Questionário de Telama, questionário que se foca na actividade física no lazer e assim adequado ao nosso objectivo. Os comportamentos sedentários foram verificados através do questionário ASAQ cujo objectivo é estimar o tempo gasto por adolescentes numa série de comportamentos sedentários durante uma semana típica das suas vidas.. A aptidão cardio-respiratória foi medida através do 20m shuttle run test (vai-e-vem da bateria Fitnessgram) que é considerado um teste válido para medir a ACR (Ortega et al., 2009).No que diz respeito a prevalência, e na totalidade da amostra, a pré-obesidade situa-se nos 30.36% e a obesidade nos 12.21%. Na totalidade dos Comportamentos sedentários (CS) e durante os sete dias da semana, os maiores registos estão associados aos alunos com maior valor de IMC.O estudo mostra que a aptidão cardio respiratória (ACR) está inversamente associada aos valores mais elevados do IMC (obesos) e o que parece ser uma tendência de associação inversa entre valores mais elevados de IMC e baixos hábitos de actividade física (AF). O estudo mostra que os valores do VO2max são proporcionais aos hábitos da AF dos alunos. Os alunos muito activos e moderadamente activos apresentam valores superiores de VO2max quando comparados com alunos menos activos. O estudo não mostra evidência de que, nesta população, os alunos com ACR inferiores passem mais tempo em comportamentos sedentários. Em relação a intervenções mais eficazes na prevenção e combate da obesidade em pré-adolescentes e adolescentes, a revisão sistemática da literatura indica-nos o que parece ser uma tendência para uma maior efectividade de intervenções com multi-componentes, que combinam a AF, os CS e a dieta alimentar, nomeadamente se contextualizadas em ambiente escolar e/ou familiar. Conclusões. A amostra do nosso regista uma elevada prevalência de excesso de peso e necessita de uma intervenção no combate ao problema, quer nas idades estudadas, quer em idades mais baixas pertencente a mesma comunidade.Recognized as a serious public health problem, obesity has developed at a high rate throughout the world, with a similar rate of growth in children and young adults. In Portugal this problem follows the global trends. To effectively combat the problem it is important to make a proper diagnosis and be aware of current scientific knowledge regarding the most effective interventions. The overall objective of this dissertation is the deep knowledge of the current situation of the studied population, in what concerns the prevalence of overweight as well as understanding how certain variables (physical activity, sedentary behaviors, and cardio-respiratory fitness) are related to IMC information found. Method: It includes a systematic review of current literature regarding the most effective interventions (Paper one) and a cross-sectional study (Paper Two) to determine the prevalence of overweight of the population studied. A research in online databases was done during the systematic literature review, including the Pub Med / MEDLINE from November 2010 and January 2011. The experimental studies, with assistance exceeding six months in children and pre-teen (6-12 years) and published in 2005 until the survey date were accepted for this review. It was also taken into account the outcomes of interventions being acceptable items that measure the weight and height (measured by the executors) to allow the observation of the change in IMC during the intervention (primary outcome) and papers that measure the behavioral changes concerning food intake, levels of physical activity or sedentary behaviors (Secondary outcomes). In an observational study a sample of 303 students (142 boys and 161raparigas) aged between 12 and 15 years was chosen. IMC was calculated by the relationship between weight and height (kg/m2) with the use of cutoff points (Cole, 2000). The habits of physical activity were verified by the Telama questionnaire, questionnaire that focuses on physical activity during leisure time and so well suited to our purpose. The sedentary behaviors were verified by the questionnaire ASAQ whose aim is to estimate the time spent by teenagers on a number of sedentary behaviors during a typical week of their lives . The cardiorespiratory fitness was measured using the 20m shuttle run test (back-and-forth Fitnessgram battery) which is considered a valid test to measure the CRF (Ortega et al., 2009). Results. Regarding the prevalence and the full sample, pre-obesity stands at 30.36% and obesity at 12.21%. In all of sedentary behavior (SB) and during the seven days of the week, the biggest records are associated with students with the highest IMC. The study shows that cardiorespiratory fitness (CRF) is inversely associated with higher IMC values (obese) and what appears to be a trend of inverse association between higher levels of IMC and low physical activity habits (PA). The study shows that the values of VO2max are proportional to the PA habits of students. Very active and moderately active students have higher values of VO2max compared with less active students. The study shows no evidence that this population, students with lower ACR spend more time in sedentary behaviors. Regarding more effective interventions to prevent and combat obesity in pre-adolescents and adolescents, the systematic literature review shows us what appears to be a trend towards greater effectiveness of multi-component interventions that combine the PA, SB and diet, especially if contextualized in a school environment and / or family. Conclusions: The sample records a high prevalence of overweight and the needs of an intervention to combat the problem, either at the ages studied, or in early ages belonging to the same community.
Description: Orientador: António Labida Palmeira
URI: http://hdl.handle.net/10437/4951
Date: 2011


Files in this item

Files Size Format View Description
Paulo Renato Te ... e Bem-estar ULHT 2011.pdf 1.386Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account