A evolução das teorias da origem das espécies nos manuais escolares portugueses de Biologia do Ensino Eecundário entre 1989-2009

DSpace/Manakin Repository

A evolução das teorias da origem das espécies nos manuais escolares portugueses de Biologia do Ensino Eecundário entre 1989-2009

Show full item record

Title: A evolução das teorias da origem das espécies nos manuais escolares portugueses de Biologia do Ensino Eecundário entre 1989-2009
Author: Bento, Isabel Maria Jesus
Abstract: A tentativa de interferência criacionista no ensino tem aumentado no século XXI, nos EUA, na Europa e Portugal também não está afastado deste problema. Com esta investigação pretendeu-se contribuir para defender o ensino da biologia das tentativas de introdução do criacionismo no currículo e nos manuais escolares. Para isso, procedeu-se à análise do modo como se realizou a transposição das teorias da origem das espécies, dos mecanismos e dos argumentos do evolucionismo para os manuais escolares portugueses de biologia do ensino secundário, entre 1989 e 2009. Os resultados evidenciaram que os manuais transpuseram vários exemplos de mecanismos e de provas da evolução que comprovam o seu discurso em prol do evolucionismo. Todavia, foi entre os manuais publicados pós-programa de 2003 que se detetou um menor número de exemplos abordados. Os manuais apresentaram diversas teorias explicativas da origem e evolução das espécies: fixismo/criacionismo, Lamarckismo, Darwinismo e o neodarwinismo. No entanto, a conceção criacionista, considerada uma teoria fixista, foi abordada nos manuais apenas na perspetiva da história da ciência e não como uma teoria explicativa da biodiversidade e origem das espécies a par das teorias evolucionistas.The creationist attempt of interference on the Education has been increasing in the 21st century, in the United States, Europe and Portugal is no exception to this problem. This investigation intended to contribute to defending biology teaching from the attempts of introducing creationism in academic programs and textbooks. In order to achieve this, it was analyzed the method of how the transposition of the theories of the origin of species has been made, as well as the transposition of the mechanisms and arguments for evolutionism into the biology textbooks of secondary education, between 1989 and 2009. The results showed that the manuals transposed several examples of mechanisms and proofs of evolution, confirming its discourse in favor of the evolutionism. However, the textbooks published after the program of 2003 were the ones showing less number of approached examples. There were presented in textbooks several theories concerning the origin and evolution of species: fixism/creationism, Lamarckism, Darwinism and neo-Darwinism. In spite of this, the creationist notion, considered to be a fixist theory, was approached only on a history of science perspective, and not as an explanatory theory about the biodiversity and origin of species, along with the evolutionist theories.
Description: Orientação : Bento Cavadas
URI: http://hdl.handle.net/10437/4768
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View
Dissertaçao_Mes ... logia_IsabelMJBento_VF.pdf 1021.Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account