Identidade, imaginário e cotidiano: concepções de alunos e professores numa escola do Nordeste do Brasil

DSpace/Manakin Repository

Identidade, imaginário e cotidiano: concepções de alunos e professores numa escola do Nordeste do Brasil

Show full item record

Title: Identidade, imaginário e cotidiano: concepções de alunos e professores numa escola do Nordeste do Brasil
Author: Santos, Andréa Cruz Marques dos
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo investigar as concepções escolares, apresentando uma discussão do ponto de vista teórico-metodológico acerca destas construções produzidas no âmbito escolar, através de pesquisa etnográfica, utilizando o grupo focal, levando em conta a formação ideológica (ideias sobre si, o interlocutor e o assunto) e a formação discursiva (as marcas linguísticas, temáticas e de posição ideológica) dos participantes desta pesquisa. Por meio dos posicionamentos nas categorias: identidade, cotidiano e imaginário; pudemos observar que os discursos adquirem sentido à medida que são produzidos e que carregam em si os significados que expressam idéias, sentimentos e comportamentos. As mudanças de sentido ocorrem através de outros discursos que dialogam em um processo de construção e reconstrução. Neste entremeio o indivíduo revela-se inserido sócio-culturalmente. E a escola como espaço dinâmico é preenchida de sentido e dá novos sentidos, ora reproduzindo discursos, ora reconstruindo-os, ora formulando novos. Analisando os dados da pesquisa realizada, apreendemos que os discursos de educadores e educandos são influenciados uns pelos outros, formados pelas práticas cotidianas e pela bagagem social que cada indivíduo tem. Nessa construção mútua no processo de convívio, os papeis estabelecidos pela instituição escolar ganham novos contornos e limites no percalço do ensino-aprendizagem, não podendo separar deste contexto os elementos individuais que a escola torna coletivo e que traçam um caminho discursivo novo e ao mesmo tempo pertencente desde antes aos que fazem parte da escola.The present study aims to investigate the conceptions, with a discussion of the theoretical and methodological about these constructions produced in the school, through ethnographic research, using focus groups, taking into account the ideological formation (ideas about themselves the topic and interlocutor) and discursive formation (brands linguistic, thematic and ideological position) of the participants of this research. Through the positions in the categories: identity, imagination; and everyday we observed that discourses make sense as they are produced and carry in them the meanings that express ideas, feelings and behaviors. Direction changes occur through other discourses which interact in a process of construction and reconstruction. In this inset reveals the individual is inserted socio-culturally. And the school as a dynamic space is filled with meaning and gives new meanings, sometimes reproducing speeches, sometimes reconstructing them, now formulating new. Analyzing data from the survey, we apprehend that the discourses of educators and students are influenced by each other, formed by everyday practices and the social baggage that each individual has. In this construction process in mutual interaction, the roles established by the school institution is embellished and limits the mishap of teaching and learning, and cannot separate the individual elements of this context that the school becomes collective and mapping a new path discourse while provided that belonging to the earlier part of the school.
Description: Orientador: Maria das Graças Andrade Ataíde de Almeida
URI: http://hdl.handle.net/10437/4747
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View Description
Andrea_Cruz_Santos_Dissertação.pdf 1.456Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account