Comportamento de compra face à obsolescência planificada

DSpace/Manakin Repository

Comportamento de compra face à obsolescência planificada

Show full item record

Title: Comportamento de compra face à obsolescência planificada
Author: Reis, Marta dos
Abstract: No século XXI as fábricas produzem mais do que necessário, os fabricantes competem entre eles pelo mercado de consumo e são pressionados para vender. Para não ficarem com produtos em stock, recorrem a diversas técnicas de marketing, entre elas a inserção de obsolescência planificada nos seus produtos no ato da criação. A presente dissertação pretende estudar o comportamento de compra face à obsolescência planificada. O conceito de obsolescência planificada divide-se em três (3) tipologias: tecnológica, por qualidade, e psicológica. Quando um modelo mais recente do mesmo produto é colocado no mercado, este pode ser colocado com base em inovações tecnológicas reais ou melhoramentos superficiais fictícios. Em ambos os casos é considerado obsolescência tecnológica. Se um produto avaria antes do tempo ou é utilizada matéria-prima de qualidade inferior ou defeituosa, o fabricante introduziu obsolescência por qualidade no produto. Por fim, existe a obsolescência psicológica. Neste caso o problema não é do produto, pois continua funcional, mas sim do consumidor. Este está psicologicamente cansado do produto e opta pela sua substituição. O que se pretende estudar é o comportamento humano adotado face ao conceito. Terá a sociedade consumidora conhecimento deste assunto tabu? Este e outros fatores serão questionados e estudados nos capítulos seguintes.In the XXI century, factories produce more than necessary, manufacturers compete amongst themselves for the mass market and are pressured for sales. To avoid keeping products in stock, they use many marketing techniques such as the implementation of planned obsolescence in their products. This thesis studies the behavior of consumers when faced with planned obsolescence. The concept of planned obsolescence is divided in three (3) types: technological, either in quality or psychologically. When a more recent model of the same product is released to the market, it may be due to real technological innovations or superficial improvements. In both cases, it is considered planned technological obsolescence. If a product stops working too soon, or low quality materials are used to create it, the manufacturer has introduced planned obsolescence by product quality. Lastly, there is planned psychological obsolescence, wherein the issue is not with the product itself, as it is still working, but with the consumer's perception, who is mentally tired of the product and thus chooses to replace it. The subject in study here is the human behavior facing this concept. Is our consumeristic society aware of this tabu issue.These and other factors will be questioned and studied in the following chapters.
Description: Orientação :Rui Carlos de Lemos Correia Estrela ; Co-orientação : Fernanda Maria Peixoto Pereira Sargento Santos
URI: http://hdl.handle.net/10437/4672
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View
dissertação Marta.pdf 1.807Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account