Infra-estrutura nacional para gestão espacial de dados de saúde

DSpace/Manakin Repository

Infra-estrutura nacional para gestão espacial de dados de saúde

Show full item record

Title: Infra-estrutura nacional para gestão espacial de dados de saúde;
National infrastructure for spatial management of health data
Author: Plantier, Tatiana; Carrão, Hugo; George, Francisco
Abstract: Os riscos de propagação de doenças com expressão epidémica ou pandémica, são, hoje, fenómenos que determinam insegurança na população e que autoridades de saúde procuram analisar, reduzir e comunicar. De forma a monitorizar e gerir os mecanismos de controlo, têm vindo a ser desenvolvidas a nível regional, nacional e continental infra-estruturas de gestão da Saúde Pública. Tais infra-estruturas recorrem normalmente a pesquisas e análises de dados alfanuméricos, compilados e armazenados em arquivos locais e centrais por hospitais e outros serviços de saúde, sendo a sua disponibilização e tratamento muito limitados à área geográfica onde são registados. Com o crescimento dos serviços disponíveis na Internet aumentou também a capacidade de partilha de conhecimentos e de informação, possibilitando uma apreciação mais frequente e abrangente de situações anómalas de Saúde Pública. Paralelamente, a análise e gestão desses dados numa perspectiva espacial, através de Sistemas de Informação Geográfica, tem vindo a ganhar consistência em inúmeras situações como, por exemplo, a contenção da propagação de epidemias. Este trabalho apresenta esses novos dispositivos já ensaiados em Portugal.The risks of disease propagation at epidemic or pandemic levels are phenomena that nowadays establish insecurity in the population and that health authorities attempt to analyze, reduce and communicate. In order to monitor and manage control mechanisms, certain infrastructures for Public Health management have been developed at a regional, national and continental level. Such infrastructures are usually based on the exploration and analysis of alphanumeric data, which is compiled and stored in local and central archives by hospitals and other health services. The availability and processing of this information is, however, extremely limited to the geographical area where it was registered. With the growth of services available on the Internet, there was also an increase in the capacity to share knowledge and information, allowing for a more frequent and widespread appraisal of anomalous situations in Public Health. Parallelly, the analysis and management of these data in a spatial perspective through Geographic Information Systems, have increasingly gain consistence in innumerable situations, such as the propagation contention of epidemics. This paper presents those new mechanisms which have already been tested in Portugal.
Description: Revista Lusófona de Ciências e Tecnologias da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10437/445
Date: 2006


Files in this item

Files Size Format View
ss1_06.pdf 170.4Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account