Jogos cooperativos em Educação Física: um estudo de caso

DSpace/Manakin Repository

Jogos cooperativos em Educação Física: um estudo de caso

Show full item record

Title: Jogos cooperativos em Educação Física: um estudo de caso
Author: Ribeiro, Ricardo Miguel Nascimento
Abstract: Este estudo, de natureza qualitativa, tem como objectivo reflectir sobre o papel das actividades lúdicas cooperativas no processo de aperfeiçoamento do relacionamento interpessoal no contexto escolar, na visão dos alunos e professores, tendo em conta aspectos como o facto da inserção do jogo cooperativo no contexto escolar ser ainda bastante menosprezada. No entanto, Kishimoto (1993) evidencia-lhe duas importantes funções quando utilizado como elemento pedagógico, sendo uma a dimensão lúdica, ligada à diversão e ao prazer, e a outra, como complemento do conhecimento oferecido ao indivíduo. Esta fundamentação é também partilhada por Soler (2006) que defende que as práticas que apontem para os valores humanos relevantes e coerentes a serem desenvolvidos nas aulas de Educação Física devem partir do envolvimento do grupo em práticas cooperativas. O autor defende também que na aprendizagem cooperativa os alunos deverão trabalhar em pequenos grupos heterogéneos, com o objectivo de ser possível a partilha de experiências, aprendizagens e conhecimentos comuns. Pretende-se desta forma envolver todos os alunos no processo de aprendizagem, sendo essa heterogeneidade o agente facilitador. A investigação teve como base a oferta de actividades de carácter cooperativo, organizadas para uma população alvo composta por 46 alunos de 3º ciclo, mais concretamente duas turmas de 7ºano da Escola E.B. 2,3 Telheiras nº1. A recolha de dados acompanhou a realização destas actividades através da entrega de questionários sociométricos aos alunos em questão, no sentido de apurar até que ponto os objectivos propostos de integração dos alunos mais rejeitados nas turmas foram bem-sucedidos ou não. Finalizado este processo, é possível concluir a importância dos jogos colaborativos como estratégia/ferramenta pedagógica facilitadora da integração de alunos desenquadrados da turma.This study of qualitative nature, aims to reflect the role of cooperative activities in the process of improvement interpersonal relationships in schools, in the view of students and teachers, taking into account aspects such as the fact that the inclusion of cooperative games on a school context is still much underrated. However, Kishimoto (1993) points out two important functions of these cooperative games, when used as an educational element, one connected to a playful dimension, linked to fun and pleasure, and the other to supplement the knowledge provided to the individual. That reasoning is shared by Soler (2006) who argues that the practices that point to relevant and coherent human values to be developed in physical education classes should reflect the group's involvement in cooperative practices. In cooperative learning students should work in small heterogeneous groups in order to be able to share experiences and common knowledge. The aim is thus to involve all students in the learning process, where the heterogeneity of the groups work as the facilitator.The research was based on the provision of activities of a cooperative type, organized for a target population constituted by students of the 3rd cycle, namely the 7th year from School E.B. 2,3 Telheiras nº1. Data collection followed the completion of these activities through the delivery of sociometric questionnaires to the students involved, in order to ascertain the extent to which the proposed objectives of integrating the most rejected students in the class were successful or not.
Description: Orientação: Maria do Carmo Clímaco
URI: http://hdl.handle.net/10437/4081
Date: 2011


Files in this item

Files Size Format View Description
Jogos Cooperati ... ca - Um estudo de caso.pdf 2.404Mb PDF View/Open Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account