Prevenção da toxoplasmose congénita em Portugal

DSpace/Manakin Repository

Prevenção da toxoplasmose congénita em Portugal

Show simple item record

dc.contributor.advisor Ângelo, Helena, orient.
dc.contributor.author Gonçalo, Tânia Sebastião
dc.date.accessioned 2013-10-01T16:48:29Z
dc.date.available 2013-10-01T16:48:29Z
dc.date.issued 2012
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/4003
dc.description Orientação : Helena Ângelo pt
dc.description.abstract A toxoplasmose congénita é uma doença infecciosa, causada pelo parasita Toxoplasma gondii e, adquirida por transmissão materno-fetal, a qual pode acarretar sequelas neurológicas e oculares muito graves, no recém-nascido. O presente estudo incide sobre as linhas de prevenção da doença, em Portugal. A base da prevenção define-se como primária, através da determinação do estatuto imunológico da mulher, do aconselhamento e adopção de medidas higiénico-dietéticas das mulheres seronegativas, de forma a evitar a infecção materna. A vigilância serológica, na detecção de uma possível infecção materna, e a instituição da terapêutica de profilaxia, constituem a prevenção secundária, de modo a evitar a infecção fetal. A prevenção terciária recai, sobre o estabelecimento de um novo esquema terapêutico, dotado de alguma teratogenicidade, com o intuito de minimizar as sequelas da infecção. Em Portugal, existem muitas mulheres seronegativas, mal informadas acerca da doença, e que não tomam medidas preventivas correctas, para evitar a infecção. Esta problemática é decrescente, de norte para sul do país. A prevenção da doença pode ser bem-sucedida, através da implementação de directrizes específicas, dirigidas aos diferentes grupos de risco e da orientação correcta, pelos profissionais de saúde. A realização de estudos, em várias áreas de intervenção da doença, optimiza a sua prevenção e a sua relação de custo-benefício. pt
dc.description.abstract Congenital Toxoplasmosis is an infectious disease caused by Toxoplasma gondii parasite, acquired by fetal maternal transmission that can result in several neurological and ocular sequelae on new-borne. This study is focused in lines of disease prevention, in Portugal. The prevention base is defined like primary through in determination of immunological status on women, hygienic-dietary measures of adoption and counseling of seronegative women to avoid maternal infection. The serological vigilance in detection of a possible maternal infection and the establishment of prophylactic therapeutic, constitute the secondary prevention, in order to avoid fetal infection. The focused of tertiary prevention in constitution of a new therapeutic scheme, endowed with some teratogenicity, with the aim of minimize infection sequelae. In Portugal, there are many seronegative women, misinformed about disease and that don´t practice preventive care, correctly. This problematic is decreasing from north to south. Disease prevention will be successful, through the implementation of specific guidelines, directed to the different risk groups and the correct orientation, by health professionals. The accomplishment of studies in various fields of disease intervention optimizes its prevention and its cost-benefit relationship. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights openAccess
dc.subject PREVENTION en
dc.subject PREVENÇÃO pt
dc.subject MESTRADO INTEGRADO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS pt
dc.subject DOENÇAS PARASITÁRIAS pt
dc.subject PARASITIC DISEASES en
dc.subject INFEÇÕES pt
dc.subject INFECTIONS en
dc.subject CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS pt
dc.subject PHARMACEUTICAL SCIENCES en
dc.subject TOXOPLASMOSE pt
dc.subject TOXOPLASMOSIS en
dc.title Prevenção da toxoplasmose congénita em Portugal pt
dc.type masterThesis pt
dc.identifier.tid 201420236


Files in this item

Files Size Format View
Dissertação TC 2010.pdf 1.684Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account