SF e Animé : os Monstros Encantadores do Ground Zero

DSpace/Manakin Repository

SF e Animé : os Monstros Encantadores do Ground Zero

Show full item record

Title: SF e Animé : os Monstros Encantadores do Ground Zero
Author: Luz, Filipe Costa
Abstract: O fascínio do poder de dotar de vida ao que está inanimado talvez possa ajudar a revelar o encanto que sentimos quando os objectos fixos se começam a mover e a desenvolver coreografias cheias de vida. Na animé, a técnica do desenho tornou-se o processo ideal para explorar estes temas por ser mais fácil desenhar figuras monstruosas do que construir personagens, naves ou cenários futuristas para o cinema live-action. Após a II Grande Guerra, no momento inicial da reconstrução do Japão, o Ground Zero, coincide com o desenvolvimento de uma cultura pop na qual os desenhos manga e a animé se tornaram referências fundamentais. Iremos verificar como uma das importantes particularidades de séries de animação japonesa é a exploração de imaginários SF onde o atómico é encanto monstruoso, que se controla ou pelo qual se é controlado. Dando especial destaque às séries de televisão Prince Planet (Sato Okura, 1965), Gigantor (Mitsuteru Yokoyama, 1963) ou Astro Boy (Osamu Tezuka, 1963), iremos demonstrar que pela componente técnica ou visual da animação a animé é um modelo específico de estudo para tentar contextualizar a atracção humana por mundos controlados por máquinas, pela manipulação genética ou pela possibilidade de uma paisagem cyborg.
URI: http://hdl.handle.net/10437/2929
Date: 2012-10


Files in this item

Files Size Format View Description
Filipe Luz RCL CibFic2_word97_2003.pdf 88.19Kb PDF View/Open Abstract (PDF)

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account