Pathomechanics of posterior ankle impingement syndrome in female ballet dancers

DSpace/Manakin Repository

Pathomechanics of posterior ankle impingement syndrome in female ballet dancers

Show full item record

Title: Pathomechanics of posterior ankle impingement syndrome in female ballet dancers
Author: Moita, João Paulo Azinheira Martins
Abstract: A dança é uma actividade de grande exigência atlética, que pode conduzir a um elevado número de lesões, particularmente na região do tornozelo, possivelmente devido à amplitude extrema do movimento articular de flexão plantar do mesmo, que os bailarinos, especialmente do sexo feminino possuem, para realizar a ponta e meia ponta tão características do ballet clássico (Kadel, 2006; Motta-Valencia, 2006; Russel, Kruse, Koutedakis, McEwan, Wyon, 2010). Estas posições de flexão plantar extrema produzem força excessiva na região posterior do tornozelo, o que muitas vezes pode resultar em conflito, dor e incapacidade, representando na maioria das vezes um desafio de diagnóstico. O síndrome do conflito posterior do tornozelo refere-se a um grupo de entidades patológicas que resultam da flexão plantar forçada do tornozelo, de forma repetitiva ou traumática, causando um conflito das estruturas ósseas e/ou de tecidos moles (Hamilton, Geppert, Thompson, 1996; Hamilton, 2008) . Os objectivos deste projecto são compreender os quais os factores de risco, mecânicos e funcionais que contribuem para a mecânica patológica da lesão descritos na literatura, e proceder a uma avaliação biomecânica do movimento de flexão plantar do tornozelo. Método. Realizar uma revisão sistemática de literatura dirigida á mecânica patológica do síndrome do conflito posterior do tornozelo em bailarinas e conduzir um estudo caso-controlo, cujo objectivo é avaliar, comparar e descrever o movimento da flexão plantar do tornozelo realizado ao efectuar os movimentos de ponta e meia-ponta, em bailarinas pré-profissionais com e sem lesão recorrente resultante do conflito posterior do tornozelo. Resultados. Não foram encontrados estudos relacionados especificamente com a mecânica patológica do tornozelo, no entanto vários estudos foram encontrados considerando as características clínicas e anatómicas assim como os procedimentos de tratamento, indicando que os principais factores de risco relacionados com a lesão se dividem em factores mecânicos e funcionais que quando combinados entre si e associados ao sobre-uso podem resultar no conflito posterior do tornozelo. Na avaliação do movimento foram observadas diferenças na actividade muscular entre os sujeitos com lesão e controlos, tendo sido possível a observação de um padrão na sequência de activação para um dos movimentos testados. Na oscilação postural e na rigidez do tornozelo foram também observadas diferenças entre os sujeitos bem como entre as posições realizadas. Conclusão. Concluiu-se que não sendo possível alterar a anatomia do bailarino, por vezes é possível intervir a nível funcional melhorando a capacidade técnica de forma obter um melhor desempenho e a actuar preventivamente em relação às lesões, uma vez que estas podem apresentar padrões cinéticos próprios, relacionados com a função muscular, a estabilidade postural e a rigidez articular.Dance is a high performance athletic activity that leads to great numbers of injuries, particularly in the ankle region possibly due to extreme range of ankle motion required of dancers, especially females in classical ballet in the en pointe and demi-pointe positions (Kadel, 2006; Motta-Valencia, 2006; Russel, Kruse, Koutedakis, McEwan, Wyon, 2010). These positions of extreme plantar flexion produce excessive force on the posterior ankle that often result in impingement, pain, and disability, and may represent a diagnostic challenge. Posterior ankle impingement syndrome (PAIS) refers to a group of pathologic entities that result from repetitive or acute forced plantar flexion of the ankle and foot, causing bony and/or soft tissues alterations (Hamilton, Geppert, Thompson, 1996; Hamilton, 2008). The goals of this project are to understand the injury pathomechanical factors displayed in literature, and assess the ankle plantar flexion kinetics of four pré-professional female ballet dancers. Methods. To conduct a systematical review of literature concerning the PAIS Pathomechanics and to conduct a case-control study, which objective is to assess, compare and describe the ankle plantar flexion kinetics performed on pointe and demi-pointe, in pré-professional female ballet dancers with and without recurrent PAIS . Results. No studies were found relating specifically the PAIS Pathomechanics, however the reviewed studies concerning clinical and anatomical features as well as treatment procedures, indicate that two major groups of risk factors such as mechanical and functional factors interact allowing PAIS to arise, being the functional factors more related to PAIS by overuse, which is the most common among ballet dancers, and also the one with better prognosis. They were observed differences in muscle activity between PAIS subjects and controls. Postural sway and ankle stiffness also allowed observing differences between subjects and performed positions. Conclusion. It was concluded that not being possible to change the ballet dancer anatomy, it’s sometimes possible to intervene at a functional level for preventing injury. The study outcomes demonstrated that there were differences between subjects with PAIS and controls, in plantar flexion muscle activity, postural sway and ankle stiffness while performing pointe and demi-pointe.
Description: Orientador: Raquel Maria Santos Barreto Sajara Madeira ; co-orientador: José Manuel Fernandes Esteves
URI: http://hdl.handle.net/10437/2334
Date: 2011


Files in this item

Files Size Format View Description
Moita, J. (2011 ... terior Ankle Impingeme.pdf 1.490Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account