Ansiedade, depressão, ideação suicida, coping em idosos institucionalizados e não institucionalizados

DSpace/Manakin Repository

Ansiedade, depressão, ideação suicida, coping em idosos institucionalizados e não institucionalizados

Show full item record

Title: Ansiedade, depressão, ideação suicida, coping em idosos institucionalizados e não institucionalizados
Author: Almeida, Maria de Lurdes Costa Moutinho Sobral
Abstract: O presente estudo teve como objectivo principal comparar idosos institucionalizados e não institucionalizados em termos de depressão, ansiedade, dependência, actividades de lazer, estratégias de coping e ideação suicida. Foi utilizada uma amostra recolhida no Algarve, Alentejo e Grande Lisboa, de 156 idosos, 85 institucionalizados e 71 não institucionalizados, com proporção similar entre os géneros. Foram como instrumentos: Índice de Actividade e Lazer (IAL; Vaz, 2009); Geriatric Depression Scale (GDS; Yesavage, Brink, Rose, Lum, Huang, Adey, et al., 1983), Índice de Barthel (Mahoney & Barthel, 1965), Beck Scale for Suicide Ideation (BSI, Beck, Kovacs, & Weissman, 1979), Inventário de Ansiedade de Beck (BAI; Beck & Steer, 1993) e Brief COPE (Brief COPE; Carver, Scheier, & Weintraub (1989). Os resultados mostraram que os idosos institucionalizados apresentavam um maior índice de dependência, mas não apresentavam maior depressão, solidão, ideação suicida nem menor nível de actividade e lazer. Os idosos com ideação suicida mais elevada apresentavam mais depressão e ansiedade e menos estratégias de coping focadas no problema. Uma auto-percepção de pior saúde e de mais solidão relacionou-se com mais ansiedade e depressão. Uma maior actividade e lazer relacionou-se com mais estratégias de coping focadas no problema, menos ansiedade e menos ideação suicida.This study's main objective was to compare non-institutionalized and institutionalized elderly in terms of depression, anxiety, addiction, leisure activities, coping strategies and suicidal ideation. The sample was collected in the Algarve, Alentejo and Great Lisbon, in 155 elderly, 85 institutionalized and 71 non-institutionalized, with similar proportions between genders. The instruments were: Leisure Activity Index (LAI; Vaz, 2009), Geriatric Depression Scale (GDS, Yesavage, Brink, Rose, Lum, Huang, Adey, et al., 1983), Barthel Index (Mahoney & Barthel, 1965), Beck Scale for Suicide Ideation (BSI, Beck, Kovacs, & Weissman, 1979), Beck Anxiety Inventory (BAI; Beck & Steer, 1993) and Brief COPE (Brief COPE; Carver, Scheier, & Weintraub (1989). The results showed that institutionalized elderly subjects had a higher rate of dependency, but had no more depression, loneliness, suicidal ideation or lower level of activity and leisure. Individuals with higher suicide ideation reported more depression and less anxiety and less strategies focused coping in trouble. A self-perception of poor health and more loneliness was related to more anxiety and depression. Increased activity and leisure was related to more coping strategies focused in the problem, less anxiety and less suicidal ideation.
Description: Orientação: Edgar Pereira
URI: http://hdl.handle.net/10437/1696
Date: 2011


Files in this item

Files Size Format View
TESE LURDES final_Entregue.pdf 904.6Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account