O reconhecimento de expressões de emoções básicas e auto-conscientes na população portuguesa

DSpace/Manakin Repository

O reconhecimento de expressões de emoções básicas e auto-conscientes na população portuguesa

Show simple item record

dc.contributor.advisor Baptista, Américo, orient.
dc.contributor.author Rosa, Tânia Filipa Soeiro de Azevedo e Fontes
dc.date.accessioned 2012-02-17T16:54:37Z
dc.date.available 2012-02-17T16:54:37Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/1680
dc.description Orientador: Américo Baptista pt
dc.description.abstract Em finais da década de sessenta, um grupo de investigadores descobriu que para um conjunto de emoções básicas existem expressões não-verbais distintas, universais, e provavelmente inatas. Desde então, multiplicaram-se os estudos em diferentes culturas que pretendem testar a tese da universalidade. Muitos deles consistiram no desenvolvimento e validação de sistemas de codificação de acção muscular facial para as expressões das diferentes emoções. Recentemente, têm surgido evidências de universalidade das expressões de algumas emoções auto-conscientes. Esta investigação teve como objectivo testar o comportamento na população portuguesa do University of California, Davis, Set of Emotion Expressions, ou UCDSEE (Tracy, Robins, & Schriber, 2009), um conjunto de 47 fotografias com expressões emocionais básicas e auto-conscientes. Participaram nesta investigação 427 estudantes universitários, a quem foi pedido que as observassem e identificassem as respectivas emoções. As expressões das emoções em estudo foram reconhecidas pela população portuguesa num nível superior ao acaso, exceptuando as de vergonha. O reconhecimento das expressões das emoções básicas foi superior ao das emoções auto- conscientes. O UCDSEE mostrou-se adequado para futuros estudos com a população portuguesa. pt
dc.description.abstract In the late 1960s, researchers found that a number of basic emotions present distinct, universal and probably innate non verbal expressions. Since then, cross cultural studies to test the universality claim have multiplied. Many of these studies focused on the development and validation of facial action coding systems for the different emotional expressions. More recently, researchers have found evidence of universality for some of the so-called self-conscious emotions. The present study examines the performance of a set of 47 pictures of posed basic and self-conscious emotional expressions, the UCDSEE, University of California, Davis, set of Emotion Expressions (Tracy, Robins, & Schriber, 2009), in the Portuguese population. 427 undergraduate students participated in the study and were asked to view and try to identify the different emotions displayed in each of the stimuli. All the emotional expressions except shame were recognized at above-chance levels. Basic emotional expressions received higher recognition rates when compared to the self-conscious emotional expressions. The UCDSEE is demonstrated to be adequate for future research with the Portuguese population. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights openAccess
dc.subject PSICOLOGIA pt
dc.subject EMOÇÕES pt
dc.subject UCDSEE pt
dc.subject MESTRADO EM PSICOLOGIA, ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIAS pt
dc.subject EXPRESSÕES FACIAIS pt
dc.subject FACIAL EXPRESSIONS en
dc.subject EMOTIONS en
dc.subject PSYCHOLOGY en
dc.title O reconhecimento de expressões de emoções básicas e auto-conscientes na população portuguesa pt
dc.type masterThesis pt


Files in this item

Files Size Format View
Tania Filipa Rosa TESE FINAL.pdf 5.085Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account