Burnout e diferenças de género em professores

DSpace/Manakin Repository

Burnout e diferenças de género em professores

Show full item record

Title: Burnout e diferenças de género em professores
Author: Santos, Sara Fernandes dos
Abstract: Esta investigação teve como objectivo, conhecer se existem diferenças estatisticamente significativas, tendo em conta a variável género, nos professores das escolas do 2º e 3º ciclos do concelho de Almada. Foram preenchidos 120 inventários, distribuídos igualmente por género, tendo sido utilizado para tal, o Inventário de Burnout de Maslach. As idades dos professores de ambos os géneros (M=45,98; DP=8,267), revelaram uma faixa etária acima dos quarenta anos de idade. Constatou-se que as hipóteses 1 e 3 foram confirmadas, pois os professores do género feminino apresentaram valores mais elevados de exaustão emocional do que os professores do género masculino, enquanto que os professores do género masculino apresentam valores mais elevados de realização no trabalho do que os professores do género feminino, respectivamente. A hipótese 2 foi a única que não se verificou, não sendo possível a sua confirmação. De facto, o objectivo desta investigação foi parcialmente confirmado, uma vez que existem diferenças estatisticamente significativas, nas dimensões exaustão emocional e realização pessoal no trabalho, excepto na dimensão despersonalização, tendo em conta a variável género, no que respeita ao sindroma de burnout nos professores do 2º e 3º ciclos das escolas do concelho de Almada.This research was aimed at, to know whether there are significant differences, taking into account the variable gender in the school teachers of 2nd and 3rd cycles of the municipality of Almada. 120 surveys were completed, distributed equally by gender, having been used for this purpose, the Maslach Burnout Inventory. The ages of teachers of both sexes (M=45,98; SD=8,267) revealed an age over forty years of age. It was found that the assumptions 1 and 3 were confirmed as the female teachers had higher levels of emotional exhaustion than male teachers, while teachers of males have higher levels of achievement at work than of female teachers, respectively. Hypothesis 2 was the only one that has not happened, it was not possible to confirm it. In fact, the objective of this research was partially confirmed, since there are significant differences in the dimensions of emotional exhaustion and personal accomplishment at work, except to the depersonalization scale, taking into account the gender variable, with regard to the syndrome of burnout in teachers the 2nd and 3rd cycle’s school in the municipality of Almada.
Description: Orientação: Conceição Couvaneiro
URI: http://hdl.handle.net/10437/1674
Date: 2011


Files in this item

Files Size Format View
Sara Santos.pdf 1.029Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account